terça, 20 de outubro de 2020

Geral

Cooperado da Cooxupé de Juruaia é destaque no Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável

O produtor Adenísio de Araújo conquistou o 1º lugar no ranking Sul de Minas

14/10/2020 às 15:08:06 | Por: Phábrica de Ideias- Assessoria de Comunicação

Cooperado da Cooxupé de Juruaia é destaque no Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável

Cooperado da Cooxupé de Juruaia (Divulgação)

O cooperado da Cooxupé, Adenísio de Araujo, de Juruaia, conquistou o primeiro lugar do 29º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável de Café para Espresso na categoria Sul de Minas e o quarto lugar na classificação nacional da premiação.


A categoria Sul de Minas do Prêmio Ernesto Illy, que tem como objetivo a valorização da cafeicultura e representa uma ação no plano de desenvolvimento da qualidade e sustentabilidade do café no país, abrange as cidades de Cabo Verde, Juruaia, São Pedro da União, Guaxupé, Varginha, Três Pontas, Poços de Caldas, Muzambinho, São Sebastião do Paraíso, Nova Resende, Ilicínea, Alfenas e Areado, entre outras.


Adenísio de Araújo afirma que foi a primeira premiação que recebeu e que a conquista demonstra que o trabalho e dedicação em relação ao manejo e cuidado com o café estão no caminho certo e gerando o resultado esperado. "É muito bom ser reconhecido. Faz cinco anos que estou produzindo café especial, fiz um terreiro novo e cuido bem da produção. Atualmente, consigo produzir 10% de café especial, que tem uma diferença muito grande do restante da produção", afirma Araujo.


Destaques


Além de Araújo, outros quatro cooperados da Cooxupé se destacaram entre os finalistas do 29º Prêmio Ernesto Illy.


Na região "Matas de Minas", o cooperado Raimundo Dimas Santana, de Araponga, conquistou o primeiro lugar. Outros dois cooperados da Cooxupé também conquistaram a 1ª colocação nas categorias regionais sendo que Maria Lúcia Andrade Taramelli, de São Sebastião da Grama, venceu na região de São Paulo, e Glauber de Castro, na categoria Norte e Nordeste.


Já o cooperado Pedro Paulo Donizete da Fonseca, de Lagoa Formosa, conquistou o segundo lugar na classificação regional do Cerrado Mineiro.


A região sul do estado mineiro também concentrou outros produtores de café premiados.