domingo, 05 de dezembro de 2021

Dicas

Axilas bem tratadas é nova tendência no universo da beleza

Especialista em cuidados com a pele explica quais hábitos deve-se ter com o local

24/11/2021 às 18:10:32 | Por: Kika Chammas

Axilas bem tratadas é nova tendência no universo da beleza

Axilas bem tratadas é nova tendência no universo da beleza (Divulgação)

Axilas bem tratadas é nova tendência no universo da beleza


Especialista em cuidados com a pele explica quais hábitos deve-se ter com o local a fim de evitar inflamações, escurecimento e mau cheiro


Se engana quem pensa que por estar mais escondidas as axilas não precisam de cuidados que vão além do básico. A região, apesar de parecer inofensiva para alguns, é uma das áreas mais sensíveis do corpo. Assim, para ajudar a manter a saúde e vitalidade do local a farmacêutica, especialista em cuidados com a pele e fundadora da Dermare - marca de dermocosméticos para tratamentos estéticos, faciais e corporais -, Kika Chammas, explica quais são os malefícios de axilas mal cuidadas e os benefícios de mantê-las saudáveis e bonitas. "Devemos tratá-las com muita atenção, principalmente por ser uma região super sensível. Além de deixá-las bonitas, os cuidados também evitam alguns desconfortos como a sudorese excessiva nas roupas - a famosa 'pizza' - e o mau cheiro", explica Kika.


A nova tendência no universo da beleza reforça que o autocuidado vai muito além da aparência física, se estendendo também à saúde emocional, afinal, o importante mesmo é se cuidar, independentemente de qual seja a parte do corpo. "Axilas bem cuidadas deixam mulheres e homens mais seguros para qualquer ocasião. Aqueles que sofrem de algum desconforto com a região, seja de saúde ou estético, muitas vezes acabam ficando com a autoestima abalada, o que impede com que se sintam bem e usem uma roupa mais cavada. O resultado é que essas pessoas acabam escondendo-as de si e da sociedade", ressalta a responsável pela produção do portfólio completo e exclusivo de dermocosméticos não testados em animais.


Entre os malefícios que são consequentes da falta de cuidados adequados com a pele estão a foliculite e os pelos encravados ocasionados, geralmente, pelo uso de aparelhos de barbear ou da cera quente como instrumentos de depilação. Durante o processo, ambos podem machucar o local a ser depilado causando a inflamação que gera a foliculite. As axilas, inclusive, são as mais afetadas por se tratar de uma área delicada. "O ideal é que após a depilação a pessoa tenha alguns cuidados como, por exemplo, aplicar uma argila, como a branca, pelo menos uma vez por semana. Por ter um pH muito parecido com o da nossa pele, ela [a argila branca] ajuda na restauração dos nutrientes. Outra dica é usar um hidrolato de lavanda que acalma e cicatriza as microlesões causadas pela depilação, evitando a inflamação. Para finalizar, utilize um bom hidratante para manter a pele hidratada", explica a especialista.


Outra questão colocada pela profissional é o escurecimento das axilas e suas causas. "O antitranspirante comum pode causar alergias na pele, principalmente aqueles que possuem em sua formulação substâncias como o álcool, o triclosan ou fragrâncias utilizadas que podem influenciar na irritação das axilas, causando inflamação, e resultando, futuramente, em manchas escuras". Além das alergias, fatores orgânicos também podem ocasionar o escurecimento. "Em mulheres grávidas e nos diabéticos as manchas escuras são bem comuns, causadas por hormônios nas gestantes, e pelo fator de crescimento de insulina nas pessoas com diabetes. Isso porque essa condição provoca a acantose nigricans, doença de pele na qual as regiões de dobras, como pescoço e axilas, ficam escurecidas", diz Kika que com sua marca lançou o Despigpel, produto que auxilia no clareamento e homogeneidade da tonalidade cutânea, em todos os tipos de pele, de forma segura.


Por fim, cuidados diários como lavar as axilas com sabonete para remover fungos, bactérias e excesso de desodorante também ajuda na saúde e estética da área. Assim como realizar a esfoliação do local pelo menos uma vez por semana ajudando para que os pelos nasçam sem complicações. Em contrapartida, o uso de produtos que fazem a descamação da pele, como o peeling, não são recomendados em momento algum. "Pode até parecer estranho, mas é essencial não esquecer de aplicar o filtro solar na região. O produto indispensável deve ser usado em todas as áreas expostas ao sol para evitar o escurecimento e queimaduras", finaliza a farmacêutica.