Acontecendo...

    25/03/2019 -

    Como, quando e por que consumir leite e derivados?

    Conheça 12 razões para manter os lácteos em uma dieta equilibrada

    Consumir produtos lácteos em todas as fases da vida é uma recomendação da maioria dos especialistas para o bom funcionamento do organismo. Mas quando, como e por que consumir este alimento? A nutricionista e consultora da Viva Lácteos, Ana Paula Del´Arco apresenta 12 razões para manter leite e derivados na dieta:

    Por quê?

    1 - É um alimento que constitui uma matriz nutricional única, onde há interação entre todos os seus nutrientes, trazendo diversos benefícios ao organismo.

    2 - Contribui para o crescimento, o desenvolvimento e a manutenção de um organismo saudável.

    3 - É fonte riquíssima de proteínas de alto valor biológico, além de minerais como cálcio, fósforo e magnésio, e as vitaminas do complexo B e vitamina A.

    4 - Ajuda a garantir o bem-estar físico, contribuindo para a manutenção de um corpo biológico saudável.

    5 - Tem alta densidade nutricional por possuir grande variedade e quantidade de nutrientes por caloria; não sendo um alimento vazio, que só entrega calorias, sem nutrientes.

    Quando?

    6 - Respeitar a individualidade de cada pessoa é requisito fundamental para entender quando é o melhor momento do dia para se consumir um alimento lácteo.

    7 - Culturalmente, o brasileiro tem o hábito de consumir lácteos na primeira refeição do dia. O tradicional "pingado" (café com leite) tem presença garantida no café da manhã, assim como o queijo e iogurtes.

    8 - Lanches intermediários, entre as principais refeições, constituem excelente momento de consumo para os lácteos, desde os mais práticos, como iogurtes e queijos em embalagens para consumo "on the go", até os mais elaborados, como leite acrescido de algum outro ingrediente que requer uma preparação prévia ao consumo.

    9 - A ceia (última refeição do dia, realizada momentos antes de dormir), é outro momento de consumo clássico para o leite. Tomar um copo de leite morno antes de ir para a cama ajuda a dormir melhor, uma vez que traz conforto emocional ao ativar as memórias afetivas da infância, e por ser fonte riquíssima de triptofano, aminoácido precursor da serotonina, que por sua vez dá origem à melatonina (o "hormônio do sono").

    Como?

    10 - Um copo de leite, que pode ser quente ou frio, puro ou acrescido de café ou achocolatados, batido com frutas ou cereais, preparado em forma de mingau ou creme ou frapê. Ingrediente de inúmeras preparações culinárias, doces ou salgadas, o leite está presente em bolos, tortas ou cremes.

    11 - O iogurte, que pode ser natural ou batido com frutas, consumido puro ou com mel ou geleias, com frutas picadas ou batidas ou como acompanhamento da salada de frutas. Também é ingrediente de preparações culinárias como bolos, sopas ou molhos para saladas ou sorvetes.

    12 - A fatia de queijo (que pode ser de qualquer tipo), saboreada sozinha ou como acompanhamento de vinhos, consumida com doces ou geleias (trazendo a sutileza do sabor agridoce), como patês ou cremes, presente nas saladas ou nas tortas, também é parte de preparações culinárias como pizzas, lanches ou lasanhas. Ralado, o queijo também tem presença garantida, sendo servido tradicionalmente com massas ou sopas.

    Agora ficou fácil incluir os lácteos na sua dieta!


    Informações para a Imprensa: MSLGROUP Andreoli

    Bethiara Lima - bethiara.lima@mslgroup.com - (11) 3169-9343

    Tiago Varella - tiago.varella@mslgroup.com - (11) 3169-9331

    Thais Thomaz- thais.thomaz@mslgroup.com - (11) 3169-9373

    Camila Holgado - camila.holgado@mslgroup.com - (11) 3169-9322

    Sobre a VIVA LÁCTEOS: É a Associação Brasileira de Laticínios que tem como missão promover o crescimento e a produtividade do setor, permitindo assim melhora do ambiente de negócios, ganhos de produtividade e aumento da competitividade no mercado interno e externo, por meio da promoção às exportações. É composta por fabricantes de produtos lácteos (ALIBRA, AURORA, AVIAÇÃO, CCA, CAROLINA, CASTROLANDA, CATUPIRY, CCGL, DANONE, DPA, DAVACA, DOREMOS, EMBARÉ, FRIMESA, FRÍSIA, FONTERRA, ITALAC, ITAMBÉ, JUSSARA, KERRY, LACTALIS, MONDELÉZ, NESTLÉ, OUROLAC, PIRACANJUBA, POLENGHI, PORTO ALEGRE, REGINA, SCALA, SCHREIBER, TIROLEZ, VIGOR, VERDE CAMPO E YAKULT) e associações do setor, como a ABIQ (Associação Brasileira da Indústria de Queijo) e a ABLV (Associação Brasileira da Indústria de Leite Longa Vida).
    Veja mais »